Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cenas & Coisas

Cenas & Coisas

29.Out.18

Como o Crossfit mudou a vida da Sílvia

Conheci a Sílvia num emprego que tive em 2012. Muitas vezes tomávamos o pequeno almoço juntas no café em frente ao trabalho, e como eu, ela era muito gulosa. Mas ao contrário de mim, era muito focado no desporto, ia ao ginásio quase todos os dias.

 

IMG_6056.jpeg

 

 

Deixámos de trabalhar juntas mas mantemos o contacto através das redes sociais. E fui acompanhando a sua transformação, mas não foi graças ao ginásio, mas sim ao Crossfit. E tem sido uma inspiração para mim (mesmo se, sou muito preguiçosa e Deus me livre de fazer desporto como ela, ahah), por isso pedi-lhe para responder a algumas perguntas, pois acho que a sua história pode motivar muita gente. O que lhe aconteceu, não foram só transformações físicas mas também mudanças no estilo de vida.

Aqui vai:

 

Bom dia Sílvia, há quanto tempo praticas Crossfit?

Pratico CrossFit há cerca de 2 anos e meio.



Como descobriste esta modalidade e porque a escolheste em vez de ir a um ginásio tradicional?

Conheci a modalidade através de um amigo, olhava para os vídeos e fotos no Facebook mas não passava disso. Até que um dia, a minha amiga Mónica desafiou-me para experimentar uma aula de CrossFit, então fomos e fiquei rendida. Nessa altura frequentava um ginásio, mesmo assim perdi amor ao dinheiro e inscrevi-me na mesma.

O conceito é diferente do que no ginásio. Fazemos aulas de grupo e cada dia a aula é diferente. Enquanto que num ginásio fazias a tua aula de RPM ou jump sozinha, entrava na sala e o instrutor mal te conhecia, era apenas mais uma a frequentar a aula, na aulas de CrossFit era bem diferente. Entrava e toda a gente te cumprimentava. Sentia-me em casa.



O que é exactamente o Crossfit?

É uma marca registrada internacionalmente pela CrossFit Inc., empresa norte-americana. É um treino que une levantamento de peso olímpico, ginástica, atletismo e outras modalidades em atividades de alta intensidade. Explora dez capacidades do corpo humano: resistência cardio-respiratória, resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão.



Em que é que achas que o Crossfit te ajudou? Ajudou em tudo: novas amizades, nova alimentação, perda de peso, aumento da força, melhoramento da performance... só pontos positivos. É gratificante ver a nossa evolução dia após dia.



Mudaste os teus hábitos? Alimentares, higiene de vida, etc.

Mudei tudo. «Quem me viu e quem me vê», não dispensava o meu croissant com queijo ao pequeno almoço (riso).

Depois em conversa com uma das atletas do CrossFit, ela sugeriu-me um plano, esse que segui religiosamente. Passei a comer ovos, aveia, frango, brócolos… passei dos 72 para os 63 kg. A partir daí comecei adotar outro estilo de vida. Passei a fazer uma alimentação diferente do que estava habituada, passei a comer bem. Ao longo do tempo também vamos conhecendo o nosso corpo, sabemos o que podemos ou não comer. O importante é manter o foco e não cair na tentação. Também faço asneiras na alimentação até porque «não matei ninguém» (riso). Mas para quem tem tendência para engordar, que é o meu caso, temos de ter muito cuidado com o que se come. Fim 2017 início de 2018, voltei a ganhar peso então voltei a concentrar-me no meu objetivo.

 

44693895_1033079780198782_3942852717294125056_n.jp

 

44526566_725520134481160_5313050767660154880_n.jpg

 

Podemos dizer que mudou a tua vida, até abriste uma box agora não é? Podes nos falar sobre a tua sala?

Mudou a minha vida sem dúvida, adoro treinar! O meu namorado, os atletas e amigos também contribuíram para essa mudança. Relativamente à abertura da box, conheci o Ruben no mundo do CrossFit, ele dava aulas em Almada e noutras boxes. Ele já ponderava em ter o espaço dele, incentivei-o e «voilà», um dia decidimos ter uma box nossa, onde ele pudesse dar as suas aulas com o seu planeamento. E assim foi, a 6 de janeiro abrimos a CrossFit Seixal no Casal do Marco (Margem Sul).



Porque recomendarias esta modalidade?

Experimentem 1 ou 2 meses e depois conversamos (riso). Os resultados são notórios.



Obrigada Sílvia.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.