Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cenas & Coisas

Cenas & Coisas

09.Jul.21

Dineyland Paris – Dicas e particularidades em tempos de Covid-19

Após 9 anos regressamos à Disney no mês de junho e com a melhor companhia, os nossos filhos. Sou uma grande fã do mundo Disney, dos filmes e do parque. Quando vivia em França, durante 3 anos tive o passaporte anual em que podia ir à Disney as vezes que quisesse, e ia pelo menos uma vez por mês. Em 9 anos, houve muitas novidades no parque Disney Studio. Mas a maior diferença que encontramos foram as restrições devido à Covid-19.

O uso de máscara é obrigatório em todo o parque a partir dos 6 anos e é bem controlado. O meu filho ainda não tem 6 anos e muitas vezes antes de entrarmos nas atrações, perguntavam-lhe que idade tinha. Para quem tem receio de visitar o parque por causa das condições sanitárias, pode ficar descansado porque há gel por todo lado, tanto nas filas das atrações, como à entrada e à saída de cada uma. As casas de banho estavam sempre impecáveis e tinham sempre sabão. Não misturam pessoas de grupos diferentes nas atrações e há painéis de vidro sintético nas filas.  Já não há espetáculos e desfiles de personagens, fogo de artifício, etc. mas pontualmente e sem informarem os horários, vão desfilando algumas personagens. Quem ficar na zona central, em frente ao castelo, pode ter a sorte de ver passar um carro com personagens. Existem agora pontos selfies, onde podem encontrar personagens como o Donald, a Margarida, o Woody, etc. Quem instalar a aplicação do parque da Disneyland Paris, consegue encontrar os horários e locais onde podem tirar selfies com as celebridades da Disney. Por exemplo, quando fomos fazer as taças da Alice no país das maravilhas, estava lá a rainha e quem quisesse podia tirar um selfie. Basta fazer a fila e depois têm direito a interagir com a personagem e a seguir tirar uma ou várias fotos, tudo sem contacto, mas as crianças ficam felizes na mesma.

 

IMG-3045.jpg

 

IMG-3206.jpg

 

IMG-3248.jpg

 

Falando na aplicação, é muito prática. Permite planear a visita com antecedência, ou seja, registar os bilhetes se forem datados. É aconselhável comprarem bilhetes com data marcada (e online) no contexto atual visto que o parque tem uma lotação limitada. Voltando à aplicação, permite ver todas as atrações, restaurantes, pontos selfies e mapas dos dois parques. Podem também acompanhar o tempo de espera para cada atração em direto e é fiável, pode haver um erro de 5 minutos mais ou menos.

 

 

Levamos carrinho para a mais nova, mas quem não puder levar pode alugar um no parque por 25€ por dia, há parques para deixar os carrinhos à entrada de cada atração.

Para pais que vão com crianças de idades diferentes onde uma delas não pode ainda fazer atrações para os mais crescidos, ou que vão com bebés, há o sistema do Baby Switch que dá muito jeito. Um dos adultos pode fazer a atração com ou sem a criança maior e o outro adulto espera à saída. Quando o primeiro adulto acabar, pede um papel parar fazer o Baby Switch e troca com o adulto que ficou à saída. Em vez de voltar a fazer a fila, o adulto que ficou com a criança que não podia fazer a atração passa logo pela saída e não tem de esperar.

No que diz respeito à nossa experiência de junho, fomos 2 dias, sexta-feira e sábado. É aconselhável ir um dia de semana para quem puder porque a afluência é bem menor. Na sexta-feira conseguimos fazer tudo o que queríamos no parque principal da Disney e guardamos o segundo dia para fazer o parque Studio (que por norma tem menos gente) para tirar fotografias com as personagens e passear pelos parques. Estivemos hospedados no Hotel Newport Bay Club, mas sinceramente, como queríamos mesmo era aproveitar dos parques, só utilizamos mesmo o quarto.

 

IMG-3142.jpg

 

Se forem como nós e quiserem aproveitar o parque ao máximo, levem bom calçado porque no nosso caso andamos 16km no primeiro dia e 11km no segundo.

À saída dos parques existe o Disney Village com restaurantes (Mc Donalds, Five Guys, Panète Hollywood, Mickey’s café, etc.) e lojas. Se não quiserem perder tempo no parque para fazer compras, tem tudo ou até mais coisas nas lojas do Village.

Finalmente, se não conseguirem ver o Mickey e a Minnie ao longo do dia, no final, por volta das 19h30 vão para a Main Street dizer adeus aos resistentes.

 

IMG-3272.jpg

 

Voltar à Disney foi mágico e poder mostrá-lo aos meus filhos foi maravilhoso. É uma experiência que pode ser dispendiosa, mas que de certeza vão recordar para sempre. Pelo menos não me vou esquecer.

 

Deixo aqui o nosso top 5 de atrações para fazer com crianças.

 

Parque Disney:

Big Thunder Mountain (Crianças com mais de 1,02m)

Buzz Lightyear Laser Blast

Pirates of the Caribbean

Peter Pan’s Flight

Mickey’s PhilharMagic

 

Parque Disney Studio:

Crush’s Coaster (Crianças com mais 1,02m)

Ratatouille : The Adventure

Cars Quatre Roues Rallye

Slinky Dog Zigzag Spin

Flying Carpets over Agrabah (Alladin)

 

IMG-3069.jpg

Buzz Lightyear Laser Blast

 

IMG-3104.jpg

Big Thunder Mountain

 

IMG-3217.jpg

Crush’s Coaster

 

IMG-3229.jpg

Cars Quatre Roues Rallye

 

IMG-3237.jpg

Ratatouille : The Adventure

 

Se quiserem ver mais fotos e vídeos que fizemos na Disneyland, podem visitar a página Instagram @cenasecoisas.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.